CULTOS

Cultos: Quarta(Milagres),Sexta(oração),Sabado(Jovens) e Domingo(Familia) as 19:30Hs, rua Jose Paulino nº 150,Jd.do Trevo, Alpinopolis - MG.CEP:37.940.000 Brasil.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

NAMORO CRISTAO

Namoro
Texto: Lc 16. 8(b)
... porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz.
Introdução:
Irmãos; aprendemos que o namoro deverá acontecer se estiver de acordo com os princípios da Bíblia Sagrada e vimos o primeiro princípio que é o de crente não namorar ímpio. Quando um cristão namora um ímpio ele está em pecado. Nesta aula falaremos de mais um princípio a ser observado para que um namoro seja do Senhor e depois passaremos a analisar o namoro cristão.
I) Segundo princípio a ser observado para saber se um namoro deve ser iniciado.
Um cristão verdadeiro deve namorar apenas aquele que é verdadeiramente cristão!


Falamos que um cristão não deve namorar ímpios, mais devemos ainda levar em conta que nem todos que estão na igreja experimentaram uma conversão verdadeira, logo, o segundo princípio que quero ensinar é que o crente que você procura para namorar deverá ser um crente verdadeiro e para isso deve ser aquele que é cheio do Espírito Santo.
Você que é solteiro deve lembrar que nem todos os que freqüentam a sua igreja local e dizem ter aceitado a Jesus como Senhor e Salvador são cristãos de verdade.
O que fazer então para saber se um irmão (ã) é autêntico em sua profissão de fé ou se realmente é um servo de Deus cheio do Espírito Santo? Vejamos:
A)O crente de verdade não é o que fala em línguas ou profetiza, ou ainda grita bastante, chora, pula, alega ter dons, toca no louvor, etc... Isto são coisas externas; aparências e estas podem camuflar a verdade. Muitos choram, profetizam, falam em línguas, mais tudo isso às vezes é produzido pela carne e algumas vezes até mesmo pelo inimigo. Conheço crentes que fazem tudo isso e nunca conheceram ao Senhor! Observe o que a Bíblia diz em Mt 7.21-13 ; I Co 13. 1-3 (obs: no texto, amor não é por você, e sim o amor de Deus; é óbvio!);
B)A verdadeira espiritualidade se mede pelo fruto do Espírito Santo, o cristão cheio do Espírito Santo é aquele que possui o fruto do Espírito abundante em sua vida. Mt 7.15-20 ; Gl 5. 16-25 .
Que tipo de crente é esse que não vai aos cultos, não gosta de orar, não lê a Bíblia, não honra os seus compromissos, não é responsável, vive falando mal dos irmãos; autoridades e pastor, é preguiçoso e não gosta de trabalhar, é ignorante com as pessoas, etc...Onde está o fruto nesta vida?
C)O verdadeiro crente é o que faz a vontade de Deus Mt 7.21 ; e a vontade de Deus é expressa na Bíblia;
D)Se eu obedeço a Deus, obedeço também àqueles que ele colocou como autoridade sobre a minha vida. Por exemplo: O servo fiel obedece aos pais, ao pastor, aos líderes, as autoridades na escola, no emprego, etc...
Leia: Rm 13.1-7; Hb 13.17; I Pe 2. 13-17 .
Como você vai namorar um crente que só vive se rebelando na igreja? E o que dizer daquele que não honra aos seus próprios pais?

Adolescentes não devem namorar!

Adolescentes não devem namorar, pois:
a)Não estão psicologicamente preparados;
b)Provavelmente não namorarão visando um futuro casamento; ou seja, será um “passa tempo”.
c)Estão em uma fase que definirá boa parte do seu futuro; portanto o namoro precoce prejudicará o estudo, as amizades na igreja, os talentos, etc...
d)Estão em fase de conquistas e descobertas e o namoro precoce rouba parte desta fase.
Para namorar também há um tempo certo!Leia Ec 3. 1-8
Podemos resumir o que foi visto até aqui da seguinte maneira:
Para que você pense em começar um namoro, deverá antes observar duas coisas:
1º)Cristão não namora ímpio
2º)Cristão verdadeiro não namora Cristão falso
3º)O cristão não deve namorar na adolescência.
Se a pessoa que você pensou em namorar está em um dos três casos acima, nem tente iniciar o namoro!
II)O namoro cristão
Estaremos agora estudando as fases do namoro cristão.
II.a) O início
1-Primeiramente veja se é um namoro aprovado (entre cristãos verdadeiros e ambos precisarão ter idade para iniciar o namoro). Você não deverá se interessar por ímpios, por exemplo!
Após observar alguém que você se interessou, antes de iniciar o namoro analise as dificuldades que poderão ocorrer em um futuro casamento. Isto também deverá ser feito durante o namoro.
Comece tudo com uma amizade, vocês deverão se conhecer melhor antes de dar início ao namoro. Se você é homem, o início partirá de você, mais se você é mulher, tome cuidado para não se tornar vulgar! Meninas possuem um jeitinho para fazer com que o rapaz entenda que está interessada, sem precisar falar; você pode estabelecer um relacionamento de amizade em primeiro plano.
II.b) Namorando
Quando estamos na presença de Deus, certamente está será uma das fases mais gostosas da vida. Durante o namoro iremos obter a confirmação de que o namorado(a) será ou não o futuro conjugue. Para isso o namoro deverá ter muito diálogo.
Namoro cristão não é “agarra-agarra” e sim muito diálogo! Sem conversar, os namorados jamais receberão de Deus a confirmação. Este diálogo deverá ser regado com jejum e oração, para que o casal esteja sensível ao Espírito Santo!

O namoro jamais deverá começar sem o consentimento dos pais, ainda que o rapaz e a moça tenham atingido a “maior idade”, se estão debaixo do teto dos pais, deverão ter o consentimento dos mesmos. Ainda que o jovem seja independente, deverá honrar aos seus pais ( Ef 6.1-3 ).
O namoro também deverá ser comunicado ao pastor para que tenha a benção da igreja!
O namoro deverá ter diálogo e carinho, mais não deverá ter carícias! Carinho é diferente de carícia, o primeiro demonstra respeito o segundo é um preparo para o ato sexual, portanto as carícias são para casados! As carícias durante o namoro, tais como levar a mão ao seio da moça, correr as mãos pelo corpo um do outro passando por zonas erógenas, e muitas outras intimidades, são chamadas de impureza ( IICo 7.1; Gl 5.19; I Ts 4.7) e quebram a santidade (I Pe 1.15,16); um namoro que tem esse tipo de contato está longe da aprovação de Deus.
Moça, não permita que o rapaz avance desse modo e se persistir o problema, termine o namoro! Jovem, respeite a sua namorada, para cristãos este tipo de atitude não é nada bonito e não significa ser esperto, estas atitudes demonstram carnalidade e podem ser um sinal de que você se enganou na escolha.
Certos tipos de conversa não cabem a namorados cristãos (Cl 3.8; Ef 5.3,4,11,12). Você deve dizer o que era em atitude de arrependimento (não seja detalhista!). Jamais fale sobre o passado como se fosse um troféu ou um motivo de orgulho, essas suas experiências passadas são motivo de vergonha! Não conte detalhes do que fazia, pois você deve ter vergonha disso (Rm 6. 21-23)!
No que se refere a experiências sexuais, isso não é assunto para casal de namorados cristãos, sem contar que pode provocar ira, ressentimento, mágoa, ou até excitamento se os dois estiverem na carne. Por que você está comentando estas coisas, qual o seu objetivo com isso?
Os namorados cristãos devem falar sobre o reino de Deus, seus desejos, o que pensam sobre profissão, dinheiro, obra de Deus, família, filhos, etc...
A santidade no namoro deverá ser preservada! Fujam da aparência do mal (I Ts 5.22); evitem ficar sozinhos em lugares desertos, pois além de ser perigoso, poderá levar a atração sexual.
Não receba o namorado estando sozinha em casa e vice-versa, além de ser um mau testemunho, certamente vocês estarão brincando com o pecado!
Não fique namorando pelas madrugadas, mais respeite aos horários impostos pelos seus pais.
Observe as atitudes do namorado(a); por exemplo: Se ele(a) é ignorante com os pais será com você também; se ele(a) é relaxado(a), será relaxado(a) em sua própria casa; se ele(a) é porcão(ona), será porcão(ona) em casa; se ele(a) é preguiçoso(a), será preguiçoso(a) depois de casado(a)! Não diga que foi enganado(a)!
Como o namoro visa um futuro casamento, se esta fase for aprovada pelo Senhor; certamente o casamento também será!
Conclusão:
Espero que o assunto tenha sido edificante não apenas para os jovens, mais também para os pais.
Talvez você possa estar achando algumas posições estranhas, mais eu tenho a plena convicção que o que foi ensinado é a vontade de Deus para a família cristã. Lembre-se que não somos mais do mundo, somos luz e devemos andar como filhos da luz (Ef 5.8).
O namoro cristão é totalmente diferente do que andam fazendo no mundo, por isso os índices de suicídios, gravidez precoce, crimes, fornicação, casamentos destruídos são enormes. Tenho a certeza de que se você seguir a estes conselhos, terá condições de fazer uma melhor escolha.